Advertisement

Diogo Nogueira remói 'Amarguras' com Zeca Pagodinho no segundo disco de trilogia de verão


♪ Em 1981, Zeca Pagodinho ainda era desconhecido pelo Brasil, mas já frequentava as rodas de samba do bloco Cacique de Ramos, quando teve a primeira música gravada, Amarguras.

Amarguras era samba composto pelo artista carioca em parceria com Cláudio Camunguelo (1947 – 2007). Lançado em disco pelo grupo Fundo de Quintal, o samba Amarguras nunca fez grande sucesso, mas contribuiu para que Jessé Gomes da Silva Filho virasse definitivamente Zeca Pagodinho, partideiro de alta estirpe, apresentado ao Brasil em 1983 pela madrinha artística Beth Carvalho (1946 – 2019).

Por isso mesmo, é simbólico que Zeca remoa Amarguras em gravação ao vivo feita com Diogo Nogueira para ser lançada no disco Céu, segundo título da trilogia fonográfica Samba de verão, apresentada por Diogo em 15 de janeiro com a edição do álbum Sol.

Com 12 sambas distribuídos em sete faixas, o disco Céu já está disponível nos players digitais desde sexta-feira, 5 de fevereiro.

Capa do disco 'Samba de verão – Céu', de Diogo Nogueira — Foto: Guto Costa

Capa do disco 'Samba de verão – Céu', de Diogo Nogueira — Foto: Guto Costa

No disco, Zeca canta Amarguras com Diogo em medley que agrega outros dois sambas da lavra autoral de Pagodinho, Ai que saudade do meu amor – parceria com Arlindo Cruz lançada por Zeca no álbum Alô, mundo! (1993) – e Se eu for falar de tristeza (Zeca Pagodinho e Beto Gago, 1986), samba menos conhecido do primeiro álbum solo de Pagodinho.

Além do medley com músicas e o canto de Zeca Pagodinho, o repertório do disco Céu inclui músicas inéditas – como Ele é um cara (Ele não), parceria de Diogo com Gisa Nogueira, tia do artista – entre regravações de sambas de bambas do porte de João Nogueira (1941 – 2000), Luiz Carlos da Vila (1949 – 2008) e Sombrinha.

Do repertório do pai, João Nogueira, por exemplo, Diogo sopra Bons ventos (1980, parceria de João com Ivor Lancellotti) em medley com Amor de fato (João Nogueira e Claudio Jorge, 1978).

Outro medley junta Fogueira de uma paixão (Arlindo Cruz, Acyr Marques e Luiz Carlos da Vila, 1987) com Seja mais você (Acyr Marques, Délcio Luz e Geraldão, 1991).

Projeto fonográfico de caráter audiovisual, Samba de verão registra números de apresentação gravada por Diogo Nogueira ao longo do dia 26 de novembro de 2020, em show no Espaço Fróes, na cidade fluminense de Niterói (RJ), feito sob direção musical de Alessandro Cardozo e Rafael dos Anjos, em cenário marítimo no qual se vislumbra os contornos da Baía de Guanabara na cidade do Rio de Janeiro (RJ).


 

Postar um comentário

0 Comentários