Pedido de Música
Fagner prepara álbum com músicas inéditas, tributo a Belchior e produção de Robertinho de Recife Skip to main content

Breaking News

[tdnewsticker][label=Podcast][posts=8]

Fagner prepara álbum com músicas inéditas, tributo a Belchior e produção de Robertinho de Recife


♪ Raimundo Fagner preparou nada menos do que três álbuns ao longo deste ano de 2021. Um, Festa, acaba de ser lançado pelo selo Bonus Track e junta o cantor com Elba Ramalho em torno do repertório referencial de Luiz Gonzaga (1912 – 1989).

O outro, Naturezas, reúne o artista com Renato Teixeira e está em fase de mixagem e masterização, tendo o lançamento previsto pela gravadora Kuarup para março de 2022.

O terceiro álbum de Fagner marca a entrada do cantor na Universal Music – gravadora que em 1999 encampou a Philips, companhia fonográfica na qual o artista lançou em 1973 o primeiro álbum, Manera, Fru Fru, manera – e também tem lançamento agendado para 2022.

Este terceiro projeto fonográfico é o disco com músicas inéditas que Fagner arquiteta desde 2015. A produção musical é de Robertinho de Recife. O repertório inclui parcerias inéditas de Fagner com Chico César, Clodo Ferreira, Fausto Nilo, Moacyr Luz e Zeca Baleiro.

Estão previstas também para o disco releituras e uma homenagem do cantor, compositor e músico cearense ao conterrâneo Belchior (1946 – 2017), de quem Fagner foi parceiro nos anos 1970 em composições como Mucuripe (1972).

A propósito, duas músicas inéditas da parceria de Fagner com Belchior, Alazão (Belchior, Fagner e Fausto Nilo, 1972) e Posto em sossego (Belchior e Fagner, 1971), vieram à tona em agosto. Ao tomar conhecimento do resgate das composições, Fagner manifestou o desejo de registrar as músicas em disco.

 

Postar um comentário

0 Comentários