Pedido de Música
Centenário de Ivone Lara é celebrado em coletânea editada em CD com faixas raras entre sucessos dos anos 1980 Skip to main content

Breaking News

[tdnewsticker][label=Podcast][posts=8]

Centenário de Ivone Lara é celebrado em coletânea editada em CD com faixas raras entre sucessos dos anos 1980


♪ Comemorado discretamente pelo Brasil em abril, o centenário de nascimento da cantora e compositora carioca Yvonne da Silva Lara (13 de abril de 1922 – 16 de abril de 2018) mereceu dois tributos fonográficos. Um é o ainda inédito álbum Ivone rara – 100 anos da dona do samba, gravado pelo cantor carioca João Cavalcanti e previsto para este segundo semestre.

O outro é a coletânea Dona Ivone Lara 100 anos – Sucessos e raridades, produzida para a gravadora Warner Music pelo jornalista e pesquisador musical Renato Vieira, autor do recém-lançado livro Tempo feliz – A história da gravadora Forma, destaque do mercado literário em 2022 na área musical.

Com 14 fonogramas lançados originalmente entre 1981 e 1984 e remasterizados por Luigi Hofer, a compilação Dona Ivone Lara 100 anos – Sucessos e raridades está sendo editada em CD neste mês de julho – com tiragem inicial de 300 cópias – um mês após ter sido lançada nos aplicativos de música.

A seleção de repertório da coletânea está centrada nos fonogramas dos dois álbuns gravados pela artista na gravadora então denominada WEA, Sorriso negro (1981) e Alegria minha gente – Serra dos meus sonhos dourados (1982), produzidos por Sérgio Cabral e Rildo Hora, respectivamente.

Para atrair colecionadores de discos, em especial de CD, as iscas da compilação são as gravações realmente raras dos sambas Doutor Getúlio (Edu Lobo e Chico Buarque, 1983), Sei sofrer (Ivone Lara e Delcio Carvalho, 1984) e Gandaia (Antonio Carlos e Jocafi, 1986), inéditas no formato de CD.

Gandaia foi samba gravado por Ivone Lara como convidada da dupla baiana Antonio Carlos & Jocafi para o álbum Feitiço moleque (1986).

Até então disponível somente em single de vinil editado em 1983, o registro de Doutor Getúlio perpetua gravação deste samba composto por Edu Lobo e Chico Buarque para o musical de teatral Vargas, sobre a saga política de Getúlio Vargas (1882 – 1954).

Até então lançada somente em LP com a trilha sonora de Tem criança no samba, especial exibido pela TV Globo em 1984, a gravação de Sei sofrer perpetua um dos sambas menos conhecidos da fundamental parceria de Ivone Lara com Delcio Carvalho (1939 – 2013).

Na mesma seara televisa, a coletânea recolhe o samba Festa animada (1982), composto e gravado por Ivone para o especial infantil Pirlimpimpim (TV Globo, 1982).

Lançada no LP com a trilha sonora do especial e também como lado B do single que apresentou em 1983 o samba Doutor Getúlio, a gravação de Festa animada já tinha sido editada em CD na coletânea Tudo a ver (2001), com temas de programas da TV Globo.

Contudo, é a primeira vez que Festa animada integra compilação com gravações de Dona Ivone Lara, o que agrega valor à edição em CD, fabricada com capa em embalagem digipack e com encarte que, além de texto de Renato Vieira, inclui as fichas técnicas dos 14 fonogramas. 

Postar um comentário

0 Comentários