Pedido de Música
Depilação íntima feminina: dicas, cuidados e modelos de depilação

Advertisement

Depilação íntima feminina: dicas, cuidados e modelos de depilação

 



Depilar-se, para muitas mulheres, é um momento de cuidar de si mesma. Com os dias muito corridos e as obrigações tomando boa parte do tempo na rotina, o momento em que você para e se cuida é recompensador. De repente muitas das nossas obrigações fogem da cabeça e você só pensa no seu próprio prazer. Essa é uma ótima atitude, já que para tudo na vida é preciso desacelerar e apostar em você. Concorda? Por sabermos da importância do tema e para ajudar a todas as que tem dúvidas sobre a depilação íntima feminina, trouxemos alguns tópicos bem relevantes. Confira abaixo!

Por que eu não devo fazer depilação íntima com lâminas?

Muitas mulheres decidem fazer a depilação íntima com o uso de lâminas. O problema é que as lâminas acabam cortando os fios na altura da pele e causando uma aparência desconfortável. Por exemplo, o uso de lâminas pode acarretar em fios encravados e até mesmo manchas escuras na pele.

Isso acontece porque cada folículo piloso passa por 3 fases: a anágena (de crescimento), catágena (quando o crescimento termina) e a telógena (momento que o pelo cai e começa a crescer outro). Ao cortar o fio, você não está fazendo com que ele retorne ao “ciclo de vida completo”, o que pode acabar dando origem aos fios encravados, ou deixar os fios com aparência mais grossa. Já teve essa sensação?

Então, qual a melhor maneira da depilação íntima feminina ser feita?

A depilação a cera é o procedimento altamente indicado pelos dermatologistas. Quando feita por profissionais capacitados e com cera de depilação bem desenvolvida, o resultado acaba sendo super satisfatório para as mulheres. Acontece que através desse método de depilação íntima feminina (e também para outras partes do corpo) a retirada do pelo acontece através da raiz. Ou seja, quando retorna o crescimento, parte da fase 1 (anágena).

Sem nenhum resquício de procedimento invasivo, a depilação a cera é uma aliada das peles lisinhas e bem cuidadas. Mas não existe um padrão “correto” de fazer a depilação a cera. Ou seja, cada mulher pode (e deve) escolher o melhor formato para si.

Modelos de depilação íntima feminina

Abaixo os tipos de depilação íntima mais comuns:

Virilha Cavada

Essa técnica de depilação íntima feminina faz a remoção dos pelos nas regiões da virilha, lábios internos e externos, ânus e cóccix. Mas a remoção não é total, isto é, fica uma pequena faixa no púbis.

Depilação feminina: virilha cavada

Virilha Cavada + Faixa de Contorno

Essa depilação é como a anterior, porém acrescenta a retirada da faixa de contorno. Aquela linha de pelos que vai até a altura do umbigo.

Depilação feminina: virilha cavada + faixa de contorno

Virilha Comum

Nesse formato acontece a remoção dos pelos no contorno da virilha, podendo se aproximar aos lábios. Porém os lábios, ânus e cóccix não estão inclusos na depilação.

Depilação feminina: virilha comum

Virilha Comum + Faixa de Contorno.

Essa depilação íntima feminina é como a anterior, acrescentando a faixa de contorno.

Depilação íntima feminina: virilha comum + faixa de contorno

Virilha Modelada

Nesse procedimento, a cliente pode escolher qual o formato ela quer que os pelos fique. Remove os pelos dos lábios internos e externos e o molde é feito no púbis. Não inclui Cóccix e ânus.

Depilação íntima feminina: virilha modelada

Depilação de Virilha Total

Remove por completo todos os pelos da virilha, lábios externos e internos , incluindo anus , cóccix e faixa do baixo ventre.

Depilação íntima feminina: virilha total

Além da depilação íntima feminina, muitos outros tipos de depilação podem ser feitos através do uso de cera depilatória. Clique na nossa categoria “serviços” e veja quais são os tipos de depilação realizados no Pello Menos.


Postar um comentário

0 Comentários