Pedido de Música
PAUL MCCARTNEY E RINGO STARR HOMENAGEIAM CHARLIE WATTS

Advertisement

PAUL MCCARTNEY E RINGO STARR HOMENAGEIAM CHARLIE WATTS


Paul McCartney e Ringo Starr foram as redes sociais para homenagear Charlie Watts dos Rolling Stones, que morreu aos 80 anos. “É muito triste ouvir sobre Charlie Watts, o baterista dos Stones que faleceu”, disse McCartney. “Ele era um cara adorável e eu sabia que ele estava doente, mas não sabia que ele estava tão mal. Muito amor para sua família, sua esposa e filhos, sua família estendida."

“Condolências aos Stones, será um grande golpe para eles porque Charlie era uma rocha. Um baterista fantástico, firme como uma rocha. Te amo Charlie. Eu sempre te amei, lindo homem. Muitas condolências e condolências à sua família.” Starr acrescentou em seu próprio Twitter“Deus abençoe Charlie Watts. Nós vamos sentir sua falta, cara. Paz e amor à família.”

Tributos foram mostrados após a notícia da morte do baterista, de Elton John a Graham Nash. Sua morte veio semanas depois que os Stones anunciaram que Watts não participaria da turnê No Filter, que começa no final de setembro. “Pela primeira vez, meu tempo estava um pouco errado”, ele brincou. Na edição de julho de 2006 da revista Modern Drummer, Watts foi votado no Modern Drummer Hall of Fame, onde se juntou a Ringo Starr, Keith MoonSteve GaddBuddy Rich e outros bateristas altamente estimados e influentes da história do rock e do jazz.

No mesmo ano, a Vanity Fair o elegeu para o Hall da Fama da Lista dos Mais Bem Vestidos Internacional. Na avaliação do crítico musical Robert Christgau, Watts era o "maior baterista do rock”. Em 2016, ele ficou em 12º lugar na lista dos "100 maiores bateristas de todos os tempos". A Variety declarou no dia de sua morte que Watts é "universalmente reconhecido como um dos maiores bateristas de rock de todos os tempos”.


 

Postar um comentário

0 Comentários